domingo, 29 de março de 2015

A menina síria e as torpezas de uma guerra (OPINIÃO)

Reprodução/Huffington Post
Um fotógrafo, ao registrar a realidade das crianças sírias, capturou uma imagem de uma menina que confundiu a câmera fotográfica com uma arma. A garotinha levantou os braços, rendendo-se, no momento em que o profissional capturou sua fotografia.

A foto é de causar tristeza, lamúria. Materializa a dor de uma nação em conflito, a insegurança que prepondera no olhar da população. Uma menina vítima das torpezas de uma guerra.

A Síria vive uma sangrenta guerra civil desde 2011. Conforme relatório da ONU, mais de 214 mil pessoas foram mortas. Os combates na região são constantes.

Segundo relatório da Unicef, estima-se que 5,5 milhões de crianças tiveram suas vidas devastadas em decorrência da guerra na nação. Destas, cerca de 1,2 milhão vivem refugiadas, habitando em locais onde comida, água potável e acesso à educação são limitados.

Aproximadamente, 4 milhões de pessoas fugiram da Síria. Quase 60% da população vive na pobreza.

As violações aos direitos humanos tornam-se perceptíveis, um panorama danoso caracterizado pela prática de crimes contra a humanidade.

A menina síria, com sua expressão facial comovente, evidencia os efeitos colaterais da devastação causada pela guerra. Uma representação de milhões de seres humanos que sofrem com os conflitos no país asiático.

Nenhum comentário:

Comente!

Tecnologia do Blogger · Desenvolvido por Seo Blogger Templates