sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

Em 2014, 550 servidores federais foram expulsos por práticas ilícitas

Em 2014, 550 servidores federais foram expulsos por causa de atividades contrárias à Lei n. 8.112/90 (que rege o funcionalismo público), aponta levantamento da Controladoria Geral da União.

As penalidades foram aplicadas pelos órgãos da Administração Pública Federal, batendo recorde no comparativo dos últimos 12 anos.

Dos 550, 66% tiveram a corrupção como principal motivo para a expulsão. Além disso, 126 casos decorreram de abandono de cargo, inassiduidade e acumulação ilícita de cargos. Na lista das razões, figuram, ainda, proceder de forma desidiosa (ociosa) e participação em gerência ou administração de sociedade privada.

Vale lembrar que a estimativa não inclui os servidores públicos de empresas estatais, tais como Correios e Petrobras.

Nenhum comentário:

Comente!

Tecnologia do Blogger · Desenvolvido por Seo Blogger Templates