terça-feira, 3 de junho de 2014

No Butão, país asiático, a felicidade é um direito social (Jus Gentium)

Olá, no Jus Gentium (Direito dos Povos), você verá uma curiosidade a respeito do sistema jurídico do Butão. Vamos lá?!

Localizado no sul da Ásia e com aproximadamente 700 mil habitantes, Butão é um reino distante, pequeno, isolado pela Cordilheira do Himalaia. A nação é considerada o país da felicidade.

Acredite, o sistema jurídico do Reino do Butão instituiu a felicidade como um direito social. O preâmbulo da Constituição da pátria budista assinala o comprometimento com a felicidade permanente das pessoas. Por sua vez, o artigo 20, do mesmo texto, afirma que é dever do governo garantir a felicidade do Estado.

O artigo 9º, da norma suprema do Butão, criou o Índice Nacional da Felicidade, almejando uma boa qualidade de vida para o povo.

Também chamado de Felicidade Interna Bruta, tal índice possui algumas variáveis básicas, são elas: Bom padrão de vida econômico, gestão equilibrada do tempo, bons critérios de governo, de administração da coisa pública, educação de qualidade, boa saúde, vitalidade comunitária, qualidade do meio ambiente, acesso à cultura e bem-estar psicológico.

Peculiar. Gostou? Comente, compartilhe!

Um comentário:

  1. Interessante, embora a felicidade não é algo que possa o Estado garantir.

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger · Desenvolvido por Seo Blogger Templates