terça-feira, 29 de abril de 2014

Criminalização de movimentos sociais é crescente no Brasil, aponta relatório

O relatório "Na Linha de Frente - Criminalização dos Defensores de Direitos Humanos no Brasil", da organização Justiça Global, concluiu que a criminalização de movimentos sociais e de ativistas de direitos humanos é crescente no país.

O estudo analisou o processo de desqualificação da luta em defesa dos direitos humanos entre 2006 e 2012. Confira as principais formas de criminalização, de marginalização, constadas pelo documento:

1. Desqualificação: Para promover uma espécie de difamação pública, distorce os sentidos e objetivos das demandas, discursos e prátias de determinados indivíduos ou grupos sociais.

2. Invisibilização: Para evitar a publicidade perante a sociedade e mídia, há um ocultamento da demanda, do contexto social ou das manifestações de indivíduos ou grupos sociais.

3. Inferiorização: Estratégia que reduz ou ignora a legitimidade dos movimentos sociais.

4. Não-reconhecimento de direitos: Ocorre quando determinado grupo não tem na lei o reconhecimento de seus direitos.

5. Omissão: Falta de ação do Estado diante de violações de direitos humanos contra indivíduos ou grupos sociais.

6. Cooptação: Aliciamento de indivíduos ou grupos sociais com a finalidade de dissuadir, dividir ou exercer controle hierárquico de suas demandas.

7. Despolitização/individualização: Busca retirar o aspecto político de determinada luta social, ou seja, atribui a um único indivíduo o interesse por demandas que são da coletividade.

Percebe-se que o processo de criminalização, de marginalização, dos movimentos sociais, além de lamentável, torna-se um motivador do retrocesso, uma vez que o pluralismo ideológico e a luta pela efetivação de direitos são marcos de uma democracia. Tal tentativa de repressão é abominável!

Concorda com os resultados apontados pelo relatório? Comente! 

10 comentários:

  1. Geralmente quem criminaliza um dia acaba precisando dos mesmos direitos, ou completos idiotas que nem sabem do que se trata e baseiam suas vidas no que babacas feito Datenas falam na Tv.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não me faça rir, nunca vi os vadios dos direitos dos huManos visitarem as vitimas, policiais mortos etc. Só defendem marginais, especialmente quando o povo de revolta contra isso. Um cara que trabalha a semana inteira assentando tijolo em uma obra vira burguês classe media fascista, e o a bandido é apenas um pobre injustiçado do sistema...Triste ter um cabeça de bosta como você atacando o trabalhador. O Datena só mostra o que acontece com o povo todo dia, mas lógico que você, um esquerda caviar não dá a mínima para o povo.

      Excluir
  2. Acredito que o que ocorre é que a maioria da população é trabalhadora, cumpre com seus direitos e espera ter os seus direitos de segurança, saúde, propriedade, etc respeitados, o que por incapacidade e negligência mesmo do poder público não acontece. Todos os dias somos agredidos, assaltados, temos nossa família, estuprada, aliciada por traficantes, assassinada ou encarceirada em sua própria casa, o que causa comoção e revolta pública. Então quando esse sentimento extrapola, quando a frustração passa do suportável e a população tem a oportunidade de colocar as mãos em um criminoso há a vontade de fazer justiça com as próprias mãos, ou quando um policial agride um criminoso a população aplaude porque é o que todos gostariam de poder fazer. Então é só neste momento que se ouve falar dos defensores dos direitos humanos, quando um bandido é agredido. Quando um pai de família é assassinado, uma mulher é estuprada, um idoso é assaltado, um jovem é assassinado na porta de casa, um traficante fica rodeando escolas, etc não aparecem esses dignos conhecedores e seres superiores para defender nenhum direito. Por isso, parece, ao menos à grande maioria da população que este dignos cidadãos respeitam apenas os direitos dos bandidos.

    ResponderExcluir
  3. Complementando, os que se julgam superiores aos que gritam contra os direitos dos criminosos deveriam lembrar que estes são "os burros de carga" que fazem esta nação andar, que levam horas para chegar ao trabalho e retornar a seus lares, em conduções super lotadas, sendo humilhados e massacrados diariamente sem que nenhum defensor de seus direitos levante a voz em sua proteção, muitos não tiveram opção por frequentar bancos universitários, quiçá bancos escolares, então, antes de julgar quem fala este tipo de coisa melhor seria fazer algo concreto para melhorar o país e não ridicularizar seu povo. Educar e orientar o povo, principalmente na hora do voto, teria mais efeito que discursos elitistas.

    ResponderExcluir
  4. Problema dos Defensores dos Direitos Humanos, é que eles são mais ATUANTES que a POLICIA e o GOVERNO e infelizmente acaba incomodando.
    É literalmente dizer que MARGINAL PODE BATER, ROUBAR, ESTUPRAR E MATAR (dever da policia de evitar e dever do governo em investir), mas NÃO PODE, BATER, ROUBAR, ESTUPRAR E MATAR O MARGINAL! (dever dos direitos humanos).

    ResponderExcluir
  5. Os cidadãos não tem direito a segurança e acabam fazendo justiça com as próprias mãos e ai sim aparece defensores dos direitos humanos para defender apenas os marginais. Parece que eles tem uma visão muito distorcida da situação. Ou até parecem lobos em pele de cordeiro. Em uma escola perto, os responsáveis, por causa de um defensor dos direitos humanos não puderam tomar providências para solucionar um problema grave com um aluno. Só que em nenhum momento, aquele que se dizia defensor dos direitos humanos defendeu o direito do aluno em questão de ter uma vida normal e sadia, e nem das outras crianças de estudarem em um ambiente tranquilo e íntegro, sem nenhum dano material. Que direitos humanos é esse que o tal defensor defendeu? Eu não vi direito nenhum ser respeitado. O trabalho dos defensores dos direitos humanos deixa muito a desejar.

    ResponderExcluir
  6. Direitos humanos, nada mais é do que desumanização generalizada da população. Antiga arma comunista, esses sim os maiores genocidas da história da humanidade, faziam os nazistas parecer brincadeira de criança. Tudo apoiado por cabeças de bosta, idiotas úteis. O futuro do Brasil é um buraco negro sem volta.

    ResponderExcluir
  7. Não adianta: 99% da população é radicalmente contra esses defensores de bandidos.
    Todos falam com uma boca só que já estão cansados de ver esses caras defenderem apenas bandidos mas nunca a vítima. Direitos humanos para humanos direitos e Bolsonaro Presidente !

    ResponderExcluir
  8. DIREITOS HUMANOS, PARA HUMANOS DIREITOS !!!

    Esse relatório foi feito por uma ong de direitos humanos? Bem conveniente né?

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger · Desenvolvido por Seo Blogger Templates