terça-feira, 22 de abril de 2014

A cada 1 hora, 150 mulheres são vítimas de agressão no Brasil


A violência doméstica contra a mulher ainda é um problema no Brasil, uma realidade. De acordo com a Cartilha Direitos da Mulher, da ONU Mulheres, a cada 24 segundos uma mulher é agredida no Brasil. Isso mesmo, 24 segundos! Conforme a Fundação Fundação Perseu Abramo, a cada 2 minutos, 5 mulheres são espancadas em nosso país. Além disso, 23% das mulheres brasileiras estão sujeitas a algum tipo de agressão.

A cartilha conceitua violência contra a mulher como "o ato de agressão ou mesmo a omissão que causa sofrimento físico ou psicológico à vítima". O texto legal nº 11.340, mais conhecido como Lei Maria da Penha, em seu artigo 6º, configura a violência doméstica e familiar contra a mulher como uma violação aos direitos humanos, e, em seu artigo 7º, divide-a em física, psicológica, sexual, patrimonial e moral.

A norma tem sido insuficiente, uma vez que falta comprometimento por parte dos órgãos públicos. Realizado entre 2012 e 2013, monitoramento do Governo Federal apontou que, dos 5.561 municípios brasileiros, apenas 527 contam com ao menos um serviço especializado de atendimento à mulher.

Em 1 hora, 150 brasileiras são vítimas de agressão, enquanto que apenas 9,4% das cidades brasileiras possuem algum mecanismo de proteção feminina. Há alguma relação entre os dados?

Qual a sua opinião? Comente, compartilhe! 

Siga-me! (@alanjosimo)

Nenhum comentário:

Comente!

Tecnologia do Blogger · Desenvolvido por Seo Blogger Templates