domingo, 12 de janeiro de 2014

José Sarney diz que crise no sistema prisional é campanha contra o Maranhão


A situação nos presídios maranhenses é catastrófica, crítica. Apesar disso, segundo artigo escrito por José Sarney, pai de Roseana, governadora do Estado, toda repercussão a respeito é campanha contra o Maranhão.

"A campanha contra o Maranhão, infelizmente, tem dedo oculto de políticos nossos que acham que têm de destruir o Maranhão para desviar o interesse e o progresso que estamos vivendo e tirar vantagem política, repetindo que somos mais pobres, mais miseráveis e coisas mais", disse, em texto publicado no jornal O Estado do Maranhão, de propriedade da família.

O senador, ao dizer que o Maranhão nunca teve histórico de violência, afirmou que há manipulação por parte da oposição: "Os que manipulam a opinião no País, acham que só aqui acontecem as misérias, que são nacionais e globais. Passam uma imagem de nossa terra que atinge nosso orgulho, é injusta, tendenciosa, cheia de preconceito e tem uma conotação política. O Maranhão não merece isso."

Desde o início de 2013, no Complexo Penitenciário de Pedrinhas, houveram 62 assassinatos. A população carcerária é 30% maior que a capacidade dos presídios. O desrespeito aos direitos humanos é eminente, notável. Uma situação danosa que espanta até mesmo organismos internacionais, tal como a ONU, que exigiu medidas imediatas, imparciais e efetivas. Toda esta repercussão não é uma campanha contra o Maranhão, mas, marcada pela indignação, torna-se a favor de um povo que não merece tamanha barbaridade.

Qual a sua opinião? Comente, compartilhe! 

Nenhum comentário:

Comente!

Tecnologia do Blogger · Desenvolvido por Seo Blogger Templates