segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

Gastos públicos na Copa serão alvo de investigação do Ministério Público


Os Ministérios Públicos das seis cidades que receberão jogos da Copa do Mundo entraram com ações contra o Comitê Organizador Local e contra FIFA para exigir o ressarcimento dos gastos públicos destinados à estruturas temporárias no entorno dos estádios.

Juntas, as seis cidades gastaram cerca de R$ 214 milhões com o aluguel das estruturas complementares do estádio. A estimativa dos governos locais é gastar cerca de R$ 600 milhões com os aluguéis de tais estruturas.

Segundo informações da Folha, o COL afirmou que as sedes, desde 2007, "se responsabilizaram pela entrega dos estádios conforme os requerimentos acordados, inclusive com as estruturas complementares."

Nenhum comentário:

Comente!

Tecnologia do Blogger · Desenvolvido por Seo Blogger Templates