sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

Durante conversa, Cássio, do BBB 14, incita crime de racismo


O artigo 1º, da lei 7.716, de 5 de janeiro de 1989, é categórico ao afirmar que todos os crimes resultantes de discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional serão punidos. Em vigor há 25 anos, infelizmente, na atualidade, nota-se um eminente desrespeito ao texto legal.

Cássio, participante da 14ª edição do Big Brother Brasil, na madrugada desta quinta-feira, 16, fez comentários racistas por demasia. Com termos repugnantes, que não merecem ser repetidos, o gaúcho afirmou que teria mantido relações sexuais com uma afrodescendente e que ela, por estar acostumada a se relacionar com afrodescendentes, aguentaria o órgão reprodutor masculino de tamanho extenso. (Clique aqui para assistir ao vídeo - minutos 33 a 35.)

Mesmo que o fato narrado pelo brother não tenha ocorrido e não passasse de uma "brincadeira", o mesmo está fazendo incitação ao crime, o que é expressamente proibido pelo artigo 286, do Código Penal.

O artigo 20, da lei 7.716, diz claramente que "praticar, induzir ou incitar a discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional" tem pena de reclusão de um a três anos e multa.

Um exacerbado desrespeito ao ser humano. O BBB é um programa de entretenimento, de diversão, e seus telespectadores não merecem tamanha sordidez.

Nenhum comentário:

Comente!

Tecnologia do Blogger · Desenvolvido por Seo Blogger Templates